Press "Enter" to skip to content

Programa Social do Governo Corre Risco

Em meio à crise política e econômica que o país enfrenta atualmente, um escândalo colocou em dúvida o destino de um dos programas de distribuição de renda mais populares do governo Federal, o Bolsa Família. Nesse dia 14, uma reportagem da revista Veja denunciou a queda no número de famílias beneficiadas pelo programa social colocou o Governo em uma situação desconfortável tendo que alterar rapidamente os dados exibidos no site oficial da Caixa Econômica Federal para desmentir os fatos, o que coloca sérias dúvidas sobre o futuro do programa social no país.

Resultado de imagem para bolsa familia

Entenda mais sobre o Caso

No dia 14 de Setembro, reportagem da revista VEJA denunciou, usando dados do próprio site da Caixa Econômica Federal, que em Dezembro de 2014, existiam pouco mais de 14 milhões de famílias beneficiadas pelo programa de distribuição de renda do Governo Federal, e que o mesmo site, em Julho desse ano, exibia dados atualizados, que indicavam que pouco mais de 13,2 milhões de famílias eram beneficiadas. A conclusão da reportagem era que havia um corte de 800 mil famílias beneficiadas, como os dados pareciam indicar.

O problema foi a reação do Governo: logo após divulgada a informação, removeu a página do site da Caixa Econômica que divulgava os dados do ar, e depois de inquirido pela reportagem da revista pelo motivo da retirada do ar dos dados do programa, recolocou a página com dados alterados, dessa vez, dizendo que 13,8 milhões de famílias eram beneficiadas, mantendo a abrangência do programa praticamente estável.

Isso deixou muita gente desconfiada que os dados que o Governo recolocou no ar fossem falsos, para dar a impressão de que não houveram cortes significativos no Programa, e colocou em dúvida o futuro dessa iniciativa em meio as incertezas econômicas que o Governo está passando.

Acredita-se que o possível corte no programa não irá ocorrer por conta do valor do Bolsa Família 2019, pois mesmo sendo um valor variável de acordo com a família, o mesmo não é muito alto.

Recadastramento de famílias

Recentemente o Governo anunciou uma campanha massiva para recadastramento de famílias do programa. A ideia é identificar possíveis fraudes no pagamento dos benefícios, ou identificar grupos familiares que possam não mais se encaixar no perfil do programa e bloquear o benefício de famílias irregulares. Embora o Governo afirme se tratar de um procedimento normal, em meio aos cortes nos gastos, fica no ar a dúvida se não se trata de uma medida desesperada para realizar cortes no programa, e reduzir os gastos com o orçamento do Ministério do Desenvolvimento Social, sem precisar necessariamente mexer no calendário de pagamentos do Bolsa Família.

O certo é que ações para identificar ralos de dinheiro no orçamento do Governo realmente deveriam ser rotineiras, mesmo que implicassem em uma aparente redução do Programa, mas que fossem medidas efetiva no combate a corrupção em pequena escala.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *